Pensavas que o Lego era só para crianças? O LEGO SERIOUS PLAY é um método que promete ajudar muitos profissionais no seu dia-a-dia.

Desde a resolução de problemas ao incentivo à criatividade, inovação e comunicação, são várias as áreas em que o LEGO SERIOUS PLAY poderá melhorar o trabalho e a performance dos trabalhadores numa organização.

O LEGO SERIOUS PLAY surgiu já no final dos anos 90 como alternativa aos resultados convencionais obtidos no planeamento e execução estratégico. O método baseia-se no handstorming e já é levado a cabo por várias organizações tais como a Roche, Nokia e Tupperware. Agora, começa a dar os primeiros passos na sua aprendizagem em Portugal.

A BEMYSELF esteve à conversa com Rita Oliveira Pelica, facilitator no LEGO SERIOUS PLAY, onde teve a oportunidade de aprender  mais sobre esta matéria.

O que é o handstorming?

Handstorming é uma nova forma de encarar a aprendizagem. Como o próprio nome indica (hands) e por analogia ao brainstorming, é uma ferramenta que se baseia na construção de informação e conhecimento, através de modelos de lego – que são construídos com as mãos. Diz-nos a neurociência que as mãos estão ligadas ao cérebro e por isso a informação é desbloqueada quando começamos a construir algo com as mãos e depois essa informação é processada pelo cérebro, sendo depois verbalizada sobre a forma de metáforas. Ou seja, através da imaginação e da criatividade de quem constrói, os modelos serão a representação de conceitos/situações, baseados na visão e na percepção que cada indivíduo tem sobre os temas em questão (em contextos que podem ser pessoais ou organizacionais).

LEGO SERIOUS PLAY

Podes explicar-nos um pouco como funciona o processo LEGO SERIOUS PLAY?

O processo é muito simples e objectivo e destina-se a indivíduos, equipas e empresas. Vão sendo colocadas questões aos participantes e estes vão construindo a sua história (storybuilding), com base nos modelos que vão construindo (isto é, fazem as suas construções com lego, mediante as instruções que vão sendo dadas). Passo seguinte, todos partilham a sua história com todos os outros. É um método muito democrático. Todos falam e partilham. Primeiro numa vertente individual, depois consoante o objectivo da sessão podem ser construídos modelos partilhados e cenários mais globais. É incrível como se “extraem” conclusões tão ricas e profundas com esta metodologia.

O que te motivou a querer saber mais sobre esta metodologia?

A minha própria curiosidade. Quando me falaram de LEGO SERIOUS PLAY pareceu-me tão inovador e diferente de qualquer outra metodologia que fui logo aprofundar mais sobre o tema. Quase de imediato, decidi-me pela Certificação para me tornar facilitadora. Ir a Londres fazê-la, com o seu mentor – Robert Rasmussen, foi outro factor de motivação.

Em que sentido é que consideras que esta metodologia se reflecte no trabalho ou vida de quem a pratica? 

Esta é uma forma de desbloquear conhecimento, como já referi. Muitas vezes não conseguimos verbalizar alguns assuntos e esta metodologia traz transparência e clareza de pensamento. Desafia os participantes a “pensar”. Quer seja em termos pessoais ou organizacionais, conseguimos ter profundidade nos assuntos.

Consideras que esta metodologia deveria ser implementada em escolas e faculdades do nosso país?

Claramente esta é uma nova abordagem muito alinhada com as formas de aprendizagem das novas gerações, muito criativa e visual. Tanto quanto sei, em Portugal está a ser feito algum trabalho neste sentido, mas mais ao nível das faculdades em cursos para executivos (como é o caso do Curso que estou a co-organizar no ISEG – Instituto Superior de Economia e Gestão) e também em MBAs. No estrangeiro, sei de facilitadores que trabalham ao nível das escolas secundárias. Creio que faz todo o sentido o mesmo acontecer em Portugal.

Relativamente ao curso “Soft Skills & Personal Marketing” que mencionaste, com o que podem contar os participantes desta formação, nesta 2ª Edição?

Nesta Edição temos uma novidade! Vamos introduzir a metodologia LEGO SERIOUS PLAY, como complemento a uma outra – Business Model You (na qual sou também certificada). Este módulo será dado por mim e pela Fernanda Freitas – a Fernanda é também certificada e é uma referência nacional ao nível da comunicação e do empreendedorismo social. Juntas, vamos fazer storybuilding com os nossos formandos, facilitando o processo de repensar as suas carreiras e o seu propósito profissional. Estamos expectantes! Vai ser hard fun e hands on!

Ficaste com curiosidade sobre este curso e queres saber mais sobre o mundo do LEGO SERIOUS PLAY? Espreita já aqui!

Inscreve-te no nosso youtube!